ISMA 14 conferência: O ‘lado funcional’ de segurança - como aplicar FPA para um atributo típico não-funcionais

ISMA 14 conferência: O ‘lado funcional’ de segurança - como aplicar FPA para um atributo típico não-funcionais (aprovado como CFPS Certificação Atividade Programa de Extensão)

Louis Bouillon (IFPUG / Engineering Ingegneria Informatica SpA)

 

  • O que é ‘segurança’
  • Voltando às definições: PELE vs NFR
  • Como a segurança é gerenciado em um sistema de TIC típico
  • Qual é o papel da medição, FPA, e encaixe na segurança
  • Qual é o impacto sobre as suas contagens FPA

A segurança é um dos ISO / IEC 25010:2011 características, portanto vista como um atributo de não-funcional e também é considerado em IFPUG SNAP dentro §1.3. Mas estamos certos de que a segurança não teria também o seu ‘lado funcional’? A partir do processo de login em, cada funcionalidade pode ser visualizado e acessado apenas verificar que tal é permitido ao usuário fazer isso, mas - ao mesmo tempo - cada passagem deve estar conectado por causa do sistema de segurança (do utilizador) ponto de vista. portanto, A apresentação discutir e presente - de acordo com as regras FPA IFPUG - que deve ser o caminho para considerar ambos os lados de segurança, incluindo o ‘funcional’ de um e seu impacto sobre a contagem final FPA.

Sobre o alto-falante:

Louis Bouillon é uma medida & Especialista em Melhoria de Processos de Engenharia Ingegneria Informatica SpA (anteriormente Atos Origin Itália e SchlumbergerSema) em Roma, Itália e Professor Associado na École de Technologie Supérieure (ETS) - University of Quebec, Canadá. Anteriormente, ele trabalhou como Engenheiro de Processo de Software no European Software Institute (ESI) em Bilbao, Espanha. Luigi é atualmente o Diretor IFPUG para a Conferência e Educação e do Presidente da GUFPI-ISMA (Italiano Software Metrics Association). Certificações de medição: IFPUG CFPS, CSP, MCS e CCFL COSMIC. Ele é um orador regular em conferências internacionais sobre Software de medição / Serviço, Melhoria de Processos e Qualidade, ativamente de várias Internacional (ISO WG10-25-40, IFPUG, CÓSMICO, ISBSG, A PRINCIPAL) e Nacional (GUFPI-ISMA, AutomotiveSPIN Itália, AICQ, itSMF Itália) associações técnicas sobre essas questões. Ele desenvolveu e fez parte da ESPRIT e dos projectos do Governo basco em programas de métricas, modelos EFQM, Balanced Scorecard de TI e QFD para software e é um revisor do projeto SWEBOK (2004 e 2010 edições). Ele alcançou várias certificações, incluído CFPS IFPUG, CSP e CSMS. Ele recebeu um doutorado em Sistemas de Informação de Gestão de LUISS Guido Carli Universidade (Roma, Itália) e uma laude grau cum em Economia pela Universidade de Roma “La Sapienza”, Itália. informações: https://semqblog.wordpress.com/